Select Page

Câmara entrega diploma “Ana Nery” para profissionais da saúde

Câmara entrega diploma “Ana Nery” para profissionais da saúde

Ana-Nery

A Câmara Municipal de Campinas entregou  na noite desta quinta-feira (22/05), o diploma “Ana Nery” a profissionais da saúde, que tenham se destacado na área. A reunião solene será realizada na Sociedade Hípica de Campinas, às 20h.

Por iniciativa do presidente da Câmara, vereador Campos Filho (DEM), a técnica em enfermagem, Eliane Maria receberá a honraria por ter dedicado 24 anos da sua vida trabalhando pela humanização do atendimento do setor de enfermagem.

O psicanalista clínico, Carlos Roberto Mussatto também receberá o diploma por autoria do vereador Jorge da Farmácia (PSDB). O psicanalista é autor de dois livros na área de psicanalise ortodoxa e contemporânea.

Na mesma cerimônia também será homenageado o Hospital SOBRAPAR Sociedade Brasileira de Pesquisa e Assistência para Reabilitação Craniofacial. A homenagem é uma iniciativa do vereador Thiago Ferrari (PTB).

O Hospital SOBRAPAR – Crânio e Face é uma instituição privada, de natureza filantrópica e de Utilidade Pública Municipal, Estadual e Federal. Desde 1979, promove o tratamento cirúrgico e a reabilitação de pacientes com deformidades craniofaciais congênitas ou adquiridas, resultantes de traumas, tumores ou outras condições.

ANA NERY: A honraria da Câmara Municipal recebeu o nome de Ana Nery, a primeira enfermeira brasileira que serviu como voluntária na Guerra do Paraguai. Ana Justina Ferreira Nery nasceu na Vila de Cachoeira de Paraguaçu, na Bahia em 1814. Como seus filhos e irmãos foram convocados para a Guerra do Paraguai, ela escreveu então ao presidente da província uma carta em que oferecia seus serviços como enfermeira enquanto durasse o conflito.

Partiu da Bahia para auxiliar o corpo de saúde do Exército, que era pequeno e contava com pouco material. Começou seu trabalho no hospital de Corrientes, onde havia, nessa época, cerca de seis mil soldados internados e algumas poucas freiras vicentinas. Mais tarde, cuidou dos feridos em Salto, Humaitá, Curupaiti e Assunção.

Mulher de posses, com seus recursos montou na capital conquistada, na própria casa onde morava, uma enfermaria. Ali trabalhou até o fim da guerra.

De volta ao Brasil, Ana Nery recebeu várias homenagens: foi condecorada com as medalhas de prata humanitária e da campanha e recebeu do imperador uma pensão vitalícia, com a qual educou quatro órfãos que recolhera no Paraguai. Ana Nery morreu no Rio de Janeiro, no dia 20 de Maio de 1880.

Confira as fotos do evento:

About The Author

Plugin dos mesmos criadores deBrindes Personalizados :: More at PlulzWordpress Plugins