Select Page

Atendimentos do Cartão Recomeço superam expectativas

Atendimentos do Cartão Recomeço superam expectativas

cartao-recomeco

O número de atendimentos realizados pela Coordenadoria de Prevenção ao Uso de Drogas da Secretaria de Cidadania, Assistência e Inclusão Social de Campinas para o Cartão Recomeço superou as expectativas. Nas duas primeiras semanas de atividades 117 usuários foram atendidos e 31 contemplados com o benefício. A procura, na grande maioria dos casos, foi espontânea. A equipe estimava receber menos de cem pessoas.

O Cartão Recomeço é uma política pública de prevenção e tratamento do álcool e outras drogas. O programa, desenvolvido pela Prefeitura de Campinas, é uma iniciativa do governo do Estado de São Paulo.

A secretária Jane Valente acrescenta que o trabalho da coordenadoria de drogas agrega importante função social e realiza interface imprescindível com as demais políticas públicas, principalmente a de saúde. “O programa é do governo do Estado, mas teve grande apoio do governo municipal, que reconheceu a importância de oferecer uma equipe de profissionais para um acolhimento humanizado”.

Ela enfatiza ainda a importante parceria com a instituição Padre Haroldo e espera poder agregar novas comunidades terapêuticas, garantindo maior acesso de pessoas ao tratamento.

Em duas semanas passaram pela Coordenadoria 117 usuários. Desses, 31 foram contemplados com o Cartão Recomeço e estão em tratamento no Instituto Padre Haroldo, outros foram encaminhados aos serviços da rede socioassistencial do município para que providenciem os exames necessários”, informa o coordenador de Prevenção às Drogas e responsável pelo programa Recomeço em Campinas, Nelson Hossri.

Conforme o coordenador, tanto o dependente químico, que necessita de encaminhamento e internação por meio do Cartão Recomeço, quanto a família do usuário, recebem orientação e acolhimento pela Coordenadoria de Prevenção às Drogas.

A unidade conta com uma equipe multidisciplinar que atende interessados em orientação e aconselhamento sobre os malefícios das drogas. “Realizamos a triagem dos interessados e conferimos se a pessoa é de Campinas, maior de 18 anos e se realmente tem interesse em se tratar. Prezamos muito o anonimato para que não ocorra constrangimento”, explica a assistente social, Edna de Carvalho de Lara. 

O atendimento ocorre na sede da coordenadoria das 9h às 12h e das 13h às 16h, na Rua Barreto Leme, 1550, no centro da cidade.

 Credenciamento de entidades

 O município de Campinas foi contemplado com 100 cartões e com a possibilidade de chegar em 500 até o final de dezembro. Para isso, a Coordenadoria de Prevenção às Drogas abriu o credenciamento de entidades sem fins lucrativos para acolhimento social e voluntário com o objetivo de reabilitar pessoas dependentes de álcool, crack e outras drogas.

About The Author

Plugin dos mesmos criadores deBrindes Personalizados :: More at PlulzWordpress Plugins