Select Page

Projeto de Lei proíbe reutilização de cera de depilação para prevenir HPV

Evitar a contaminação e a transmissão do vírus do HPV é a melhor estratégia de prevenção

C003_C057_0227T9Você sabia que o HPV é um virus que pode causar câncer de cólo de útero ?

Com o uso de depilação do corpo cada vez mais ampla, incluindo as partes íntimas, a depilação total, e a prática tanto por homens como por mulheres em salões de beleza, clinicas especializadas e etc., são várias as formas de realizar a retirada desses pelos pubianos.depilacao-donadepil

O problema é que em vários estabelecimentos reutilizam a cera entre o atendimento de um e de outro cliente, podendo contribuir para a transmissão do virus do HPV e, assim, a contaminação e suas consequências.

A boa notícia é que apenas 4% das pessoas portadoras desse vírus desenvolvem câncer de colo de útero. Nem por isso podemos descuidar de prevenir contra as contaminações, a higiene e a prevenção.

Em razão disso, Campos Filho protocolizou em 05/08/2015, o Projeto de Lei Ordinária nº 256/2015, que proíbe a prática de reutilizar a cera de depilação em mais de um cliente, em  salões de beleza, clínicas de estética e e assemelhados. Isso é proteção para a saúde, especialmente da Mulher.

Saiba mais sobre o HPV

O Human Papillomavirus, popularmente conhecido como HPV, é um vírus que provoca lesões de pele e mucosa tanto em homens como em mulheres. Os sintomas mais comuns são o aparecimento de verrugas na vagina, pênis e ânus. Mas em boa parte das vezes, a infecção por HPV aparece de maneira assintomática e as lesões – neste caso chamadas de subclínicas – podem passar despercebidas ao exame de rotina.

Portanto, atenção redobrada. O professor do Departamento de Urologia da Santa Casa de São Paulo, Julio José Máximo de Carvalho, explica que são mais de 150 tipos de HPV existentes.

O que torna essa infecção ainda mais séria é que alguns desses vírus têm relação íntima com o desenvolvimento do câncer de colo de útero. “98% dos casos de câncer de colo de útero estão relacionados com a presença dos vírus HPV tipos 16 e 18”, afirma Carvalho.

Como prevenir o HPV

Ele estima que cerca de 30% das mulheres está atualmente contaminada por um dos tipos de vírus HPV, sendo certo que cerca de 4%  desenvolvem câncer de colo de útero. O especialista explica também que, na maioria dos casos, as lesões causadas são transitórias e combatidas espontaneamente pelo sistema imune, sem maiores danos ao organismo.

Mesmo assim, é muito importante realizar o diagnóstico de maneira precoce. “Além do exame de Papanicolau, capaz de identificar a presença de células cancerosas, é também importante a realização periódica da Genitoscopia. Trata-se de um exame onde o médico verifica microscopicamente a existência de lesões no colo do útero e nos genitais”, explica.

Além disso, o especialista recomenda que homens e mulheres adquiram o hábito de fazer o auto-exame para verificar a presença de alguma lesão desconhecida na região da vagina ou pênis. “Porém, a partir do momento em que a infecção está instalada, é imprescindível combater as lesões, mesmo aquelas não visíveis a olho nu”, afirma.

Uso de Preservativo diminui a transmissão do HPV

Segundo ele, os tratamentos são diversos e dependem do caso. Para a eliminação das verrugas, geralmente é usado o método da cauterização química ou elétrica. Em outras situações, pode ser recomendado o uso de cremes e medicamentos via oral que têm ação imunológica protetora das células.

É possível prevenir? Como o HPV geralmente é transmitido através da relação sexual, o uso do preservativo diminui consideravelmente a possibilidade de transmissão do vírus, apesar de não evitá-la totalmente. Por isso, usar camisinha é recomendado inclusive entre parceiros casados.

Fonte: http://www.minhavida.com.br/saude/temas/hpv

About The Author

Videos Recentes

Loading...
Plugin dos mesmos criadores deBrindes Personalizados :: More at PlulzWordpress Plugins